Todo dia é a mesma coisa: Congestionamentos quilométricos, transportes públicos lotados e de má qualidade, acidentes e grande insatisfação no trânsito. E quando chove complica mais ainda. Então, será que é possível mudar o trânsito?

Infelizmente, parece que esse problema nunca vai se resolver. Pelo contrário, você percebe que a cada dia que passa, o trânsito está pior.  

Mas, na hora de pensar em soluções, será que estamos olhando para as alternativas corretas?  

Chegou a hora de deixar o carro um pouco de lado e mirar novos meios de transporte que agregam à uma mobilidade mais eficiente e sustentável. Muitas dessas opções são relativamente fáceis de implementar e já estão presentes no cotidiano de grandes cidades espalhadas pelo mundo.  

Sim, para mudar o trânsito. Existe um pacote de medidas que estão sendo realizadas ao redor do mundo, com o objetivo de promover a mobilidade urbana sustentável e melhorar a vida das pessoas. Quer saber mais sobre elas? Continue lendo 😉
 

7 ideias que já estão melhorando a mobilidade de grandes metrópoles e podem mudar o trânsito no Brasil! 

 

Incentivo a horários mais flexíveis de trabalho 

Já pensou em poder chegar e sair do trabalho mais cedo ou mais tarde, de acordo com as suas necessidades? Esta alternativa já é real em muitos lugares!  Grandes empresas, como a Unilever, a Bosch e a 3M, já praticam horários flexíveis para seus funcionários.

Além de otimizar a produtividade dos funcionários e aumentar o lucro da empresa, essa ideia também incentiva a mobilidade urbana de maneira bem simples: se nem todas as pessoas saírem para o trabalho ao mesmo tempo, o fluxo de carros será muito menor, desafogando o trânsito e facilitando os deslocamentos.

 

Tarifa Variável ou zero 

Já pensou na possibilidade de as tarifas serem mais baratas ou até mesmo gratuitas nos horários em que os transportes públicos são mais vazios? Esta alternativa já é realidade em diversos lugares do mundo, como as cidades de Sydney na Austrália e Baltimore, nos Estados Unidos. 

Nesta ideia, a tarifa dos transportes públicos (ou parte delas), é financiada com o dinheiro público, aumentando o uso de ônibus e metrôs pela população e desafogando o trânsito em proporções gigantescas. 

Esse dinheiro pode ser financiado, por exemplo, por pedágios urbanos de uma área para outra da cidade.  

 

Ciclovias e ciclo faixas 

Sim, não poderíamos deixar as bicicletas de lado. Além de promover maior segurança para as bikes, as ciclovias e ciclofaixas incentivam o uso deste meio de transporte, ajudando a desafogar o trânsito, diminuindo os índices de sedentarismo e até mesmo possibilitando o uso de rotas que antes só podiam ser utilizadas a pé.

Um bom exemplo de como as ciclovias já tem facilitado a vida das pessoas é a cidade de Londres, na Inglaterra, que possui 40 quilômetros de ciclovias, desafogando o trânsito e promovendo uma mobilidade mais eficiente.
 

Veículos elétricos 

Ainda falando sobre as bicicletas, imagine agregar a comodidade delas à liberdade de não chegar suado e cansado aos seus compromissos. As bikes elétricas proporcionam maior mobilidade, além de fazer bem para a saúde e te ajudarem a economizar dinheiro.  Aqui na E-Moving por exemplo, as nossas bikes elétricas já tem mudado a rotina de centenas de clientes, que ganharam muito mais conforto e qualidade de vida.

Já quem precisa percorrer longas distâncias ou transportar toda a família de uma vez só, os carros elétricos constituem uma opção prática e sustentável. Em São Paulo, por exemplo essa prática é incentivada. Além dos carros elétricos e híbridos estarem isentos do rodízio municipal, eles possuem um desconto de 50% no IPVA.

 

Orelhões usados como carregadores elétricos 

Da mesma forma que os veículos tradicionais, as bikes e carros elétricos precisam ser abastecidos, porém, com energia elétrica.  

Para resolver esse problema, em 2014, na cidade de Nova Iorque um concurso de design propôs uma alternativa diferente: Usar as cabines telefônicas, que acabaram se tornando obsoletas na era dos celulares e smartphones, como pontos de recarga para veículos, aproveitando a rede elétrica já disponível nesses lugares. Quem curtiria essa ideia em São Paulo? \o/ 
 

Táxis Coletivos 

Essa alternativa já existe, mas ainda é pouco utilizada no Brasil. Ela consiste em ‘rachar’ a corrida de táxis e outros serviços parecidos com pessoas que realizarão o mesmo percurso que você, reduzindo o preço da corrida e ajudando a desafogar o trânsito.  

Alguns aplicativos como o Easy Taxi, Uber e o Meleva já aplicam essa prática, que ajuda a economizar cerca de 60% do valor das viagens. 

 

Semáforos Inteligentes 

Simples, econômica e que pode fazer uma grande diferença no trânsito: Essa é a ideia do semáforo inteligente que consegue detectar a presença de carros e pedestres, por meio do uso de câmeras, abrindo ou fechando no momento certo, já que o fluxo de velocidade é detectado 200 metros antes do semáforo.

A ideia já tem sido usada em alguns pontos das cidades de São Paulo e Salvador, desafogando o trânsito, evitando longas filas desnecessárias e ajudando os carros a economizarem combustível.  

 

O que você achou dessas ideias simples e que podem mudar o trânsito e tornar seu dia a dia muito mais tranquilo? Gostaria que alternativas parecidas fossem implementadas no Brasil?

COMPARTILHAR: